log in
Boeing B-29 Supertortress
O Boeing B-29 Superfortress é um avião militar com quatro motores a hélices que foi utilizado como bombardeiro durante a Segunda Guerra Mundial e na
Guerra da Coreia pela Força Aérea dos Estados Unidos.
Foi também o avião que levou as bombas atômicas para o ataque s cidades de Hiroshima e Nagasak.
Wikipédia
Autonomia de voo: 9.000 km
Velocidade máxima: 587
Comprimento: 30 m
Envergadura: 43 m
Tipo de motor: Wright R-3350 Duplex-Cyclone
Fabricante: Boeing
Tupolev Tu-4
Boeing B-29 sugestão
O Boeing B-29 é um bombardeiro pesado de longo alcance de origem estadunidense desenvolvido pela fabricante Boeing e utilizado durante a segunda guerra mundial como uma das principais aeronaves utilizadas pelos aliados, a fortaleza voadora, como era conhecida, tinha um desenho estrutural limpo, uma fuselagem inteiramente cilíndrica que ajudava com a economia de combustível e fazia com que o avião pudesse voar por horas numa velocidade de 576km.
Embora ele tenha cido desenvolvido
"como um bombardeiro pesado, acabou sofrendo modificações e tendo novas versões que acabaram sendo usadas em missões de busca e salvamento aéreo e marítimo e também reabastecimento em vôo, mas foi usada principalmente como bombardeiro e eles se destacaram pelas suas missões na Ásia de onde atacaram bases, cidades, indústrias e pontos de comunicação japonesas, entre elas está as cidades de Hiroshima e Nagasaki que ccontribuiram para a rendição do império japonês, além desses ataques eles serviram como avião cargueiro para levar combustível suprimentos para as bases chinesas para ajudar nas missões sobre o Japão.
O projeto do B-29 foi tão útil para o que foi desenvolvido que depois dá guerra a Boeing desenvolveu o
Boeing 377 Stratocruiser, que foi uma enorme e luxuosa aeronave de passageiros de longo alcance, que foi usado como base os B-29 da guerra e o projeto foi tão chamativo que os soviéticos através engenharia reversa, fizeram o Tupolev Tu-4, que foi praticamente uma cópia da aeronave ocidental e no território soviético foi usado como bombardeiro e avião radar.
No total foram fabricadas 2458 unidades, sendo algumas voando até os anos 60, porém elas foram
substituídos por aviões a jato que eram mais rápidos e autônomos que estavam surgindo nessa época, aviões como B-52 foram colocados como os principais aviões de ataque dos americanos e construíram para
a aposentadoria do Boeing B-29.

Boeing B-29 Supertortress O Boeing B-29 Superfortress é um avião militar com quatro motores a hélices que foi utilizado como bombardeiro durante a Segunda Guerra Mundial e na Guerra da Coreia pela Força Aérea dos Estados Unidos. Foi também o avião que levou as bombas atômicas para o ataque s cidades de Hiroshima e Nagasak. Wikipédia Autonomia de voo: 9.000 km Velocidade máxima: 587 Comprimento: 30 m Envergadura: 43 m Tipo de motor: Wright R-3350 Duplex-Cyclone Fabricante: Boeing Tupolev Tu-4 Boeing B-29 sugestão O Boeing B-29 é um bombardeiro pesado de longo alcance de origem estadunidense desenvolvido pela fabricante Boeing e utilizado durante a segunda guerra mundial como uma das principais aeronaves utilizadas pelos aliados, a fortaleza voadora, como era conhecida, tinha um desenho estrutural limpo, uma fuselagem inteiramente cilíndrica que ajudava com a economia de combustível e fazia com que o avião pudesse voar por horas numa velocidade de 576km. Embora ele tenha cido desenvolvido "como um bombardeiro pesado, acabou sofrendo modificações e tendo novas versões que acabaram sendo usadas em missões de busca e salvamento aéreo e marítimo e também reabastecimento em vôo, mas foi usada principalmente como bombardeiro e eles se destacaram pelas suas missões na Ásia de onde atacaram bases, cidades, indústrias e pontos de comunicação japonesas, entre elas está as cidades de Hiroshima e Nagasaki que ccontribuiram para a rendição do império japonês, além desses ataques eles serviram como avião cargueiro para levar combustível suprimentos para as bases chinesas para ajudar nas missões sobre o Japão. O projeto do B-29 foi tão útil para o que foi desenvolvido que depois dá guerra a Boeing desenvolveu o Boeing 377 Stratocruiser, que foi uma enorme e luxuosa aeronave de passageiros de longo alcance, que foi usado como base os B-29 da guerra e o projeto foi tão chamativo que os soviéticos através engenharia reversa, fizeram o Tupolev Tu-4, que foi praticamente uma cópia da aeronave ocidental e no território soviético foi usado como bombardeiro e avião radar. No total foram fabricadas 2458 unidades, sendo algumas voando até os anos 60, porém elas foram substituídos por aviões a jato que eram mais rápidos e autônomos que estavam surgindo nessa época, aviões como B-52 foram colocados como os principais aviões de ataque dos americanos e construíram para a aposentadoria do Boeing B-29.