log in
Sr_villager_
Sr_villager_
Hmmm? 🧐
13 featured
EMBRAER
Embraer EMB-110
O Embraer EMB-110 "Bandeirante" é um avião turboélice destinado ao uso civil e militar, com capacidade para até 21 passageiros, desenvolvido e fabricado no Brasil pela Embraer. Wikipédia
Autonomia de voo: 2.000 km
Velocidade de cruzeiro: 425
Comprimento: 15 m
Velocidade máxima: 459
Tipo de motor: Pratt & Whitney Canada
Número De Assentos: 21
aqui em baixo está um vídeo que mostra essa aeronave de perto
PRIMEIRO AVIÃO
DA
EMB-110 BANDEIRANTE - O avião que FEZ A EMBRAER COMEÇAR
or Trás da Aviação - 131 ml visualizações há 2
Embraer EMB-110 Bandeirantes
Um Sonho Brasileiro
Nos anos 60 o governo descidiu investir mais na indústria aeronáutica, onde o Brasil dependia de outros países para a compra de aeronaves civis e militares. Através de estudos governo viu uma demanda da aeronáutica e das companhias aéreas de uma aeronave de pequeno porte, que fosse capaz de levar cargas e passageiros em locais de difícil acesso com pouca infraestrutura, que são locais mais comuns em regiões do Norte e Nordeste.
Então em 1965 se inicia o projeto do Bandeirante, que era formado por uma pequena equipe de engenheiros civis e militares, que desenvolveram um avião turboélice com cauda convencional para viagens regionais de curto alcance, com capacidade de 21 passageiros. Em
1968 é feito o primeiro vôo de um protótipo, que demonstrou sucesso e chamou a atenção do governo que acabou criando a Embraer, que era uma empresa criada para produzir em larga escala o modelo e essa empresa acabou renomeando a aeronave para Embraer EMB 110, para ficar um nome mais técnico.
Em 1991 a Embraer encerra a linha de produção da aeronave para investir em novos projetos e no final foi fabricado 498 unidades, que serviram em várias companhias aéreas brasileiras como Tam, VASP, TransBrasil e
Cruzeiro do Sul e também a Força
Aérea, que utiliza essa aeronave até os dias atuais em missões de paraquedismo, reconhecimento aéreo e marítimos, carga, entre outros.
EMBRAER Embraer EMB-110 O Embraer EMB-110 "Bandeirante" é um avião turboélice destinado ao uso civil e militar, com capacidade para até 21 passageiros, desenvolvido e fabricado no Brasil pela Embraer. Wikipédia Autonomia de voo: 2.000 km Velocidade de cruzeiro: 425 Comprimento: 15 m Velocidade máxima: 459 Tipo de motor: Pratt & Whitney Canada Número De Assentos: 21 aqui em baixo está um vídeo que mostra essa aeronave de perto PRIMEIRO AVIÃO DA EMB-110 BANDEIRANTE - O avião que FEZ A EMBRAER COMEÇAR or Trás da Aviação - 131 ml visualizações há 2 Embraer EMB-110 Bandeirantes Um Sonho Brasileiro Nos anos 60 o governo descidiu investir mais na indústria aeronáutica, onde o Brasil dependia de outros países para a compra de aeronaves civis e militares. Através de estudos governo viu uma demanda da aeronáutica e das companhias aéreas de uma aeronave de pequeno porte, que fosse capaz de levar cargas e passageiros em locais de difícil acesso com pouca infraestrutura, que são locais mais comuns em regiões do Norte e Nordeste. Então em 1965 se inicia o projeto do Bandeirante, que era formado por uma pequena equipe de engenheiros civis e militares, que desenvolveram um avião turboélice com cauda convencional para viagens regionais de curto alcance, com capacidade de 21 passageiros. Em 1968 é feito o primeiro vôo de um protótipo, que demonstrou sucesso e chamou a atenção do governo que acabou criando a Embraer, que era uma empresa criada para produzir em larga escala o modelo e essa empresa acabou renomeando a aeronave para Embraer EMB 110, para ficar um nome mais técnico. Em 1991 a Embraer encerra a linha de produção da aeronave para investir em novos projetos e no final foi fabricado 498 unidades, que serviram em várias companhias aéreas brasileiras como Tam, VASP, TransBrasil e Cruzeiro do Sul e também a Força Aérea, que utiliza essa aeronave até os dias atuais em missões de paraquedismo, reconhecimento aéreo e marítimos, carga, entre outros.
Lockheed P-38 Lightning sugestões
Lockheed P-38 Lightning - foi um tipo de caça bimotor norte americano que teve participação crucial durante a Segunda Guerra Mundial. Era um aparelho particularmente rápido e eficaz num vasto espectro de ituaçõe le guerra. Wikipédia
Tipo de motor: Allison V-1710
Custo unitário: USD 97.147-97.147 (1944)
O Lockheed P-38 Lightning é um caça
Velocidade máxima: 713 bimotor com motores a pistão
Envergadura: desenvolvido pela fabricante Lockheed de origem estadunidense, fez seu primeiro vôo em 1939. A aeronave foi planejada para missões de interceptação e escolta
Fabricante: Lockheed Corporation de bombardeiros e os projetistas
Projetista: Clarence Johnson desenvolveram um novo conceito de aeronave, conectando os motores com a cauda, deixando uma asa mais limpa e diminuindo o arrasto aerodinâmico, assim fazendo com que o P-38 consiga atingir uma velocidade de 667 km.
Lockheed P-38 Lightning
Tipo de motor: Allison V-1710
Custo unitário: USD 97.147-97.147 (1944)
Durante a segunda guerra mundial, esse caça teve um papel bastante importante, principalmente na
"operação vingança" que tinha como seu objetivo de eliminar os japoneses na ilha de Bougainville no oceano
Pacífico e no final os estadunidenses ganharam, com a aeronave ganhando um maior destaque entre os outros aviões que participaram do mesmo conflito. No final foram produzidas mais de 10 mil unidades do P-38, onde algumas voaram até 1965 com a Honduras sendo o último país a operar o modelo.
Lockheed P-38 Lightning sugestões Lockheed P-38 Lightning - foi um tipo de caça bimotor norte americano que teve participação crucial durante a Segunda Guerra Mundial. Era um aparelho particularmente rápido e eficaz num vasto espectro de ituaçõe le guerra. Wikipédia Tipo de motor: Allison V-1710 Custo unitário: USD 97.147-97.147 (1944) O Lockheed P-38 Lightning é um caça Velocidade máxima: 713 bimotor com motores a pistão Envergadura: desenvolvido pela fabricante Lockheed de origem estadunidense, fez seu primeiro vôo em 1939. A aeronave foi planejada para missões de interceptação e escolta Fabricante: Lockheed Corporation de bombardeiros e os projetistas Projetista: Clarence Johnson desenvolveram um novo conceito de aeronave, conectando os motores com a cauda, deixando uma asa mais limpa e diminuindo o arrasto aerodinâmico, assim fazendo com que o P-38 consiga atingir uma velocidade de 667 km. Lockheed P-38 Lightning Tipo de motor: Allison V-1710 Custo unitário: USD 97.147-97.147 (1944) Durante a segunda guerra mundial, esse caça teve um papel bastante importante, principalmente na "operação vingança" que tinha como seu objetivo de eliminar os japoneses na ilha de Bougainville no oceano Pacífico e no final os estadunidenses ganharam, com a aeronave ganhando um maior destaque entre os outros aviões que participaram do mesmo conflito. No final foram produzidas mais de 10 mil unidades do P-38, onde algumas voaram até 1965 com a Honduras sendo o último país a operar o modelo.